13/11/2009

Crianças e a sinceridade...

Na quarta feira, quando fui a festinha da Mari na escola as crianças ficavam em volta de mim. Pediam docinhos, chocolates, refrigerante, suco, perguntavam se tinha sacolinha surpresa, etc. Em determinado momento, uma delas chegou perto de mim e disse:
__ Tia eu não trouxe presente, porque a minha mãe esqueceu, mas amanhã eu vou trazer, tá?

Eu fiz um carinho nela, e falei que não tinha problema, mandei aproveitar a festinha que a Mariana ia amar. Depois, uma outra criança me abordou e soltou essa:
__ Tia, eu não trouxe presente, e a minha mãe falou que não vai comprar!
Eu achei tão engraçado, tão sincero. E acredito mesmo que a mãe tenha falado isso. Porque a gente fala cada coisa e elas repetem exatamente o que falamos e nos deduram para outras pessoas.
Há algumas semanas a Mariana chegou em casa e brava me questionou:
__ Mamãe, hoje eu empurrei o Zyon e a tia brigou comigo! Perguntei a ela porque tinha empurrado o amiguinho e ela me respondeu.
__Porque ele tinha me empurrado também e você falou para mim que quando alguém me batesse era para eu bater também... Aí eu expliquei para a tia e ela me disse que você está errada, Mamãe! (E repetia...) Você está errada Mamãe, errada!

A minha cara foi no chão. Eu realmente tinha falado aquilo para ela. Depois de várias vezes escutar o lamento dela, quando algum coleguinha a empurrava ou até mesmo mordia, eu cansei de orientar para não bater e já cansada da novela falei para ela revidar. Pronto, ela foi na minha onda e a tia brigou com ela. Mas o que me chamou a atenção foi que ela contou exatamente tudo para a professora, ou seja, as crianças nesta faixa de idade (5 anos) principalmente são super sinceras...


Terminamos a conversa com eu me rendendo e falando para ela, que realmente a Mamãe estava errada, e que não era para ela revidar... rs!
Sinceridade é tudo! rs!

Foto: ImageShack

3 comentários:

Andressa disse...

rsrsrrs criança tem cada uma né!!!
Dexa eu contar um causo... a filhinha de uma amiga minha só sabia falar papai, era papai pra lá papai pra cá. Um dia estavam passeando na rua, ela o marido dela e a menininha, e ela num solta um papai bem alto apontando prum homem na rua...kkkkkkkkk ri muito!!!

Ana Barros disse...

que coisas mais fofas !!! este seu trabalho é o máximo ;-)
bjos

NAT disse...

Hihihihihi! Ri de mais com esse post Vívian. Lembrei de minha mãe falando a mesma coisa comigo...
beijos...

Blog Widget by LinkWithin