26/02/2009

O Vazio do Carnaval

Sempre gostei muito do Carnaval. Quando criança eu curtia os dias de praia com a família. Não guardo lembranças ruins dessa época. Eram brincadeiras, almoços e muita criança para brincar. Mais tarde, já em minha juventude, fui percebendo o que era o Carnaval. Quanta inquietação, quanta briga e desentendimento presenciei em uma época que eu em minha infância considerava como dias de alegria. Homens e mulheres embriagados de "alegria" desfilavam pelas ruas. Fui ficando com medo de sair de casa nessa data. Ainda insisti algumas vezes, mas todo o carnaval era sinônimo de problemas. Era uma fuga do mundo real, das responsabilidades. Muito álcool e pouco equilíbrio. Depois de toda a empolgação dos muitos dias de folia vem a realidade. Os muitos gritos de alegria vão embora, o sorriso perde a força. A volta a vida traz consequências duras. O que mais me choca no Carnaval são as histórias tristes que o acompanham. Tragédias, acidentes de carro, violência exacerbada, e famílias destruídas se sobrepõem a alegria de correr atrás do trio. Uma pena que o Carnaval termine assim, com um vazio absoluto.

Foto: Atak Corp

PS: Meu Carnaval foi em casa com visitas. Houveram alguns problemas de percurso, mas segui o trajeto inverso do carnaval. Entrei de coração vazio e sai com ele cheio. Uma boa leitura sobre esse período você encotra aqui.

Um comentário:

Anne disse...

Uso o carnaval pra descansar!

Blog Widget by LinkWithin